ÁGUAS CLARAS - Ampliação do Parque Ecológico e implantação do Parque Central


Uma das principais lutas dos moradores da cidade ganha uma força extra. A Câmara Legislativa do Distrito Federal criou, através do requerimento 172/2015 de 03 de março, a Frente Parlamentar em defesa da ampliação dos limites da área do Parque Ecológico de Águas Claras e implantação, em caráter definitivo, do Parque Central. A proposta é de autoria da deputada distrital Telma Rufino (PPL) e teve o apoio de todos os outros 23 parlamentares da casa.

A Frente tem como finalidade principal discutir sobre a ampliação do Parque Ecológico, que se estenderá para dentro da atual residência oficial do governador do DF.

Telma Rufino ressaltou que é de grande importância o aumento do parque principal e a implantação do Parque Central, pois essas medidas irão garantir aos moradores da cidade mais espaço para o lazer e a prática esportiva, preservando o meio ambiente.

"A área da residência oficial do governador pode ser agregada ao parque. Os moradores de Águas Claras precisam de mais espaço para realizarem suas atividades esportivas e de lazer. Além disso, a implantação do Parque Central visa criar outra mancha verde dentro da cidade. O solo daquela região não pode mais ser impermeabilizado", destacou a deputada.

Caso a proposta seja aprovada pelos parlamentares o Parque Ecológico de Águas Claras ganhará cerca de 50ha, aumentando para 136ha sua área total. Hoje são apenas 86ha.

Moradores comemoram

Os moradores de Águas Claras, há tempos vinham lutando para a concretização destas propostas. Muitos estavam com medo de que a especulação imobiliária tomasse a área do Parque Central. "Essa é uma das melhores notícias dos últimos anos. Precisamos de mais verde na cidade e ficávamos receosos que aquela área destinada à implantação de um parque fosse tomada por prédios", comemorou Wilson Rodrigues, morador da cidade.

Conforme o requerimento, será elaborado um conjunto de medidas jurídicas, econômicas, urbanísticas, ambientais e sociais que visem à ampliação da área do parque e a implantação do Parque Sul. Na prática, a discussão garantirá o respeito ao meio ambiente, o pleno desenvolvimento das funções sociais e o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado.

Compete, ainda, à Frente Parlamentar, realizar trabalhos, pesquisas, estudos, conferências, seminários, consultas públicas, audiências públicas, palestras, e outras ações necessárias à consolidação das propostas.
Google Plus

Por Movimento dos Comunicadores do Brasil

Entender Condomínio

0 comentários:

Postar um comentário