Veja dez dicas para se exercitar em seu condomínio

Se tem academia no condomínio, não perca tempo: comece a se exercitar. Você pode manter a forma de forma segura e eficaz.

Acompanhando a tendência da geração saúde, os condomínios estão estruturando suas áreas comuns com modernos espaços para quem busca fazer atividades fisicas sem sair de casa de forma segura e eficaz.

São academias, piscinas, quadras com equipamentos e acessórios que garantem que o exercício seja praticado com melhor desempenho e resultado.

Visitamos a academia do Quartier Lagoa Nova junto com a educadora física Liz Britto e selecionamos alguns dos principais exercícios que podem ser feitos por você agora, dentro do seu condomínio:

Exercício exige atenção e equilíbrio
(Foto: Sarah Wollermann)

1. Avanço:
O exercício exige atenção e equilíbrio. Deve-se estar atento à utilização da carga para evitar possíveis lesões. Ele tem como função trabalhar glúteos máximos e quadríceps femorais.

Execução: em pé, com os pés paralelos e levemente afastados, com um anilha/altere em cada mão. Mantenha o tronco ereto e fique de olho na respiração. Assim que a coxa levada para frente ficar na horizontal, realize a extensão da mesma para retornar à posição inicial.

2. Agachamento:
Pode ser realizado com a variação de ângulos; de 45 até 90 graus ou até mesmo mais profundo, dependendo do nível de condicionamento físico ou das limitações articulares. Esse exercício é o mais completo para o trabalho dos membros inferiores

Execução: pode ser executado com carga corporal, auxílio de alteres, anilhas ou improvisar com algum objeto. Fique atento à postura corporal e o trabalho da respiração durante a execução, para que o exercício seja realizado com segurança.

O exercício possui o objetivo de fortalecer a parede
abdominal (Foto: Sarah Wollermann)

3. Trabalho de core:
O exercício possui o objetivo de fortalecer a parede abdominal que é o escudo natural da coluna vertebral, proporcionando uma musculatura fortalecida. Ele também é utilizado para evitar lesões posturais, atuando no trabalho de prevenção e condicionamento físico.

Execução: apoiar o antebraço no solo, fazendo a sustentação do peso corporal, as pernas estendidas e os pés paralelos. Mantenha o corpo estático entre segundos ou minutos, de acordo com seu condicionamento físico. Não esqueça de controlar bem a respiração durante a execução.

Esse exercício tem como objetivo desenvolver o
trabalho de coordenação motora para corrida
(Foto: Sarah Wollermann)

4. Skiping:
Esse exercício tem como objetivo desenvolver o trabalho de coordenação motora para corrida, alinhamento postural e trabalhar o cardiorrespiratório.

Execução: consiste na elevação do joelho na linha do quadril em 90 graus, com a perna de base estendida. Movimentação do braço, ambos em 90 graus. Através dele, desenvolve-se um trabalho de impulsão na perna e repulsão no braço.

5. Supino reto com alteres:

Exercício para desenvolvimento do peitoral e aumento de força.

Execução: pode ser executado com alteres ou com barras, deitado sobre um banco horizontal, fazendo um trabalho com os membros superiores no ângulo de até 90 graus.

6. Flexão de braços:
Um dos exercícios mais utilizados, pois não traz a necessidade de material algum, utilizando-se apenas o peso do corpo. A flexão de braço é o exercício indicado para fortalecer e treinar os músculos peitorais, o tríceps e o deltoide.

Execução: apoiar mãos e pés em quatro apoios, com o objetivo de sustentar o peso corporal, realizando um movimento de extensão e flexão dos braços. Pode ser trabalhado em séries curtas a longas, variando de acordo com seu condicionamento físico. Observar sempre o encaixe no quadril (contraindo o abdômen) para execução de forma segura.

Exercício indicado para fortalecimento dos bíceps
femoral (Foto: Sarah Wollermann)

7. Rosca direta:
Exercício indicado para fortalecimento dos bíceps femoral.

Execução: Manter o corpo em extensão com joelhos levemente flexionados, trabalhando o braço no movimento excêntrico ao concêntrico.

8. Desenvolvimento ombro:
Exercício utilizado para fortalecer a musculatura do ombro.

Execução: apoiando a coluna, fazer um trabalho estabilizado evitando sobrecarga nas articulações. Extensão e flexão dos braços na linha do ombro, elevando ao ângulo de extensão e flexão.

9. Agachamento com arranque:
Exercício com objetivo de proporcionar um trabalho completo para membros inferiores e superiores.

Execução: desenvolvendo um ângulo de 90 graus, segurando anilha, fazendo o movimento de baixo para cima, com os braços proporcionando arranque do objeto. Variação da movimento dos braços de baixo pra cima, passando da linha do ombro.

Exercício para fortalecimento da parede abdominal
e trabalho de core (Foto: Sarah Wollermann)

10. Isometria com a bola:
Exercício para fortalecimento da parede abdominal e trabalho de core.

Execução: barriga pra cima. Apoiar as duas mãos na bola com extensão das pernas e dos braços, em um movimento estático isométrico. Aplicação da respiração: de 20 segundos ou mais, variando de acordo com o seu condicionamento físico.

É importante que nos primeiros treinos você seja orientado por um profissional especializado, principalmente para que seja realizada uma avaliação do seu condicionamento físico, objetivos e limitações.

O que vale é não se acomodar e se manter ativo, com a saúde e o bem-estar sempre em dia. Esse é o momento de cuidar do seu corpo e da sua mente! Clique aqui e conheça o Espaço Fitness do Quartier Lagoa Nova e todos os itens de lazer do empreendimento.

Lembre-se: toda prática de exercício físico deve ter acompanhamento médico de um preparador físico.

Fonte: G1.
Google Plus

Por Movimento dos Comunicadores do Brasil

Entender Condomínio

0 comentários:

Postar um comentário