Comissão aprova parâmetros para oito novas quadras no Guará

pós intensa mobilização, integrantes de associações de moradia do Guará comemoraram a aprovação, pelas comissões, do projeto que define o parâmetro urbanístico de oito quadras no Guará


O Projeto de Lei Complementar nº 33/2015, que define os parâmetros de uso e ocupação do solo para as quadras QE 38, QE 44, QE 48 QE 50, QE 52, QE 54, QE 56 e QE 58, foi aprovado por unanimidade pela Comissão do Meio Ambiente e, logo em seguida, pela Comissão de Constituição e Justiça na manhã desta terça-feira (15).

"São vinte anos de luta para ver esse projeto aprovado", disse a presidente da Associação dos Moradores das Ocupações Históricas e Inquilinos do Guará, Teresa Dias. Segundo Teresa, estão envolvidas 44 associações reunidas em consórcio que venceu licitação da área realizada em 2013. O local deverá abrigar cerca de 1.800 casas unifamiliares e vinte prédios de uso misto. "Se a área não tem invasores e nem lixo é porque nós tomamos conta", declarou. Ainda de acordo com Teresa, as associações já arcaram com o custo de cinco estudos, entre eles o de impacto ambiental e florístico.

O relator da matéria na Comissão do Meio Ambiente, deputado Rodrigo Delmasso (PTN), destacou que a expansão do Guará está prevista desde 2007 pelo Plano Diretor do Guará. "A ocupação é horizontal e prevê espaço, inclusive, para recreação e lazer no Bosque dos Eucaliptos, entre as quadras 38 e 50", defendeu.

O secretário de Gestão do Território e Habitação do GDF, Thiago de Andrade, que acompanhou a votação da matéria na comissão do Meio Ambiente, garantiu aos moradores que, caso o plenário aprove o projeto, o governador sancionará o projeto ainda nesta semana.
Google Plus

Por Movimento dos Comunicadores do Brasil

Entender Condomínio

0 comentários:

Postar um comentário