Terracap planta espécies nativas para recuperar áreas desmatadas

Atividade será no sábado (5), no Pátio Ferroviário de Brasília, e contará coma participação de funcionários voluntários da empresa

Como parte do trabalho de recuperação de áreas desmatadas, a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) deverá plantar mais 200 mudas de 45 espécies do Cerrado no sábado (5) pela manhã. O Pátio Ferroviário de Brasília, entre a Via Estrutural e a Cidade do Automóvel, vai receber acácias, aroeiras, ingás, ipês, jacarandás. A atividade terá a participação de funcionários voluntários da empresa pública.

A expectativa é que 400 mil unidades sejam espalhadas no Distrito Federal em 2016. Desde 2013, um milhão de árvores foram replantadas, e 100 hectares, recuperados, dentro do acordo de cooperação técnica firmado entre o Exército Brasileiro e a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). Tudo é feito em parceria: o Exército cede as áreas; a Caesb, o adubo orgânico, produzido nas estações de esgoto, e a Terracap se encarrega do plantio. 

O chefe do Núcleo de Análise Ambiental, subordinado à Gerência de Meio Ambiente da Diretoria Técnica da entidade, Pedro Mandai, explica que a ação está embasada no Decreto nº 23.585, de fevereiro de 2003, e é uma forma de compensar e proteger a flora de Brasília. "A Terracap tem esse papel de plantar pois as novas áreas urbanas decorrem de desmatamento". 


No DF, proprietários ou empresas que extraem espécies de árvores nativas devem plantar 30 árvores para cada uma erradicada e fazer a manutenção por dois anos, como consta no decreto. A compensação faz parte do licenciamento das áreas e é uma forma de o empregador arcar com os impactos ambientais causados.
Google Plus

Por Movimento dos Comunicadores do Brasil

Entender Condomínio

0 comentários:

Postar um comentário