Mandala condomínio campestre, prazer em viver bem

Tranquilidade, ar puro, belas paisagens. São muitos os benefícios que os moradores terão para desfrutar

Ter qualidade de vida e tranquilidade para morar em um lugar onde o verde e as belas paisagens são companhias constantes. Viver longe do estresse do dia a dia recorrente nos grandes conglomerados e desfrutar as belezas de Chapada dos Guimarães literalmente na porta de casa. É com essas e outras propostas que o empreendimento Mandala chega para inovar o conceito de condomínio na região.

De acordo com o site Ricardo Amaral Imóveis, o empreendimento é único e foi projetado com o intuito de oferecer espaço e valorizar a paisagem local, preservando ao máximo a fauna e a flora da região. “Um local onde algumas privilegiadas famílias conceberão um estilo de viver e conviver único e especial, valorizando a simplicidade. Trinta lotes com áreas individuais que variam de 1328,97m² a até 2388,96m²”.

A distância às vezes pode representar uma dificuldade para quem escolhe ter uma moradia um pouco afastada da região metropolitana, porém, no caso do condomínio campestre Mandala, esse é um fator superado, uma vez que está localizado a apenas cinco minutos do Centro de Chapada dos Guimarães, paraíso natural a apenas 65 quilômetros da capital do Estado de Mato Grosso, Cuiabá.

O empreendimento é cercado por belezas naturais, o que agrada a todas as faixas etárias. Como uma das singularidades do empreendimento, está o famoso e exuberante feixe do morro - vista permanente que enfeita cuidadosamente o horizonte e que poderá ser contemplada todos os dias no simples ato de abrir uma janela.

Ainda de acordo com o site do corretor Ricardo Amaral, “o empreendimento foi projetado pelo renomado arquiteto Marcelo Epaminondas, valorizando todas as características naturais de Chapada dos Guimarães”, segundo ele, as pessoas que conhecer o empreendimento irão se encantar por se tratar de um lugar mágico.

Já o corretor Hugo Mario se diz otimista em relação às vendas. Segundo ele, o empreendimento fica pronto ainda este ano “as obras já estão bem avançadas, e a previsão é que em outubro o Mandala esteja em estágio final de construção”, explica.

“São 30 lotes e as vendas estão dentro do esperado, sucesso absoluto. Tudo isso por conta das especificidades do Mandala, como a localização privilegiada e a natureza exuberante. É algo diferente de tudo que tem por aqui. Esse é um conceito de condomínio inovador. O empreendimento é inovador e une o bem estar e a natureza.”, ressalta Hugo.

A Mandala

Mandala significa em suas mais variadas traduções e sentido o círculo, a união e, sobretudo, a paz interior associada ao equilíbrio das coisas.

A palavra possui alguns significados como círculo mágico ou concentração de energia, porém a mandala é conhecida universalmente como o símbolo de integração e harmonia.

De acordo com pesquisas, a mandala é um emblema cuja antiguidade remota pelo menos ao século VIII A.C., e é usada como instrumento de concentração para atingir estados superiores de meditação. Daí o motivo de o condomínio estar localizado em uma região de tamanha beleza natural, onde os moradores, com certeza, irão atingir um estado maior de paz interior e bem estar.

Durante muito tempo, o símbolo foi usado como expressão religiosa e artística através de pinturas; nos símbolos chinês Yin e Yang, que significam equilíbrio; na cultura indiana; tibetana; nas artes indígenas e arte sacra. Muitas pessoas tatuam mandalas em diferentes partes do corpo nos dias atuais.

Geralmente os símbolos têm diferentes padrões visuais despertando múltiplas sensações.

Chapada, potência natural e turística

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é o principal atrativo da cidade, destino certo de turistas brasileiros e estrangeiros que passam pelo Centro-oeste do País em busca de belezas e aventuras. Chapada vai além das belezas naturais; a cidade também é preferência no turismo por conta dos casarões históricos, como a igreja de Santana (1751). Em seus arredores fi cam bares, restaurantes e lojas de artesanato.

O clima também é um fator positivo que os moradores do condomínio campestre Mandala terão privilégio em desfrutar. Diferente de Cuiabá, distante apenas 65 km, onde o calor é intenso praticamente o ano todo, as temperaturas em Chapada podem cair abaixo de zero nos dias mais frios do ano. Isso se justifica pelos 811 metros de altitude.

Mas nem mesmo os dias mais gelados são capazes de diminuir o movimento na cidade, onde é realizado o mais famoso festival de inverno do Estado. Período do ano em que boa música, cultura e comidas típicas da região não faltam.

Principais cartões postais
Véu de Noiva: Com uma queda d’água de impressionantes 86 metros de altura, a cachoeira é cercada por um paredão de arenito em forma de ferradura. Os turistas que visitam o local recebem as boas vindas das araras vermelhas, comuns no vale.

Morro São Jerônimo: Conhecido por ser um dos pontos mais altos do Parque Nacional, o Morro de São Jerônimo tem mais de 800 metros de altitude. Quem vai lá em cima diz que o visual compensa o esforço da caminhada.

Circuito de Cachoeiras: Formado pelo córrego Independência, o circuito desce pelo cerrado do embalo das cacheiras: 7 de Setembro, Pulo, Degraus, Prainha, Andorinhas e Independência ou dos Malucos.

Casa de Pedra: Uma gruta formada pelo córrego Independência. Reza a lenda que o local teria abrigado a Coluna Prestes e escravos fugitivos durante a passagem pelossertões. Hoje a caverna preserva vestígios de inscrições rupestres e é habitada pormorcegos e pequenos animais.

Vale do Rio Claro: O vale inclui em sua caminhada a fl utuação no lago do Rio Claro, banhos no Poço da Anta e subida à Crista de Galo, o que permite a visualização de 360° dos paredões areníticos.

Cidade de Pedra: corujas buraqueiras, emas e araras vermelhas são comuns pelo local. O nome ‘Cidade de Pedra’ é devido às formações rochosas, constituída por um desnível com mais de 350 metros.
Google Plus

Por Movimento dos Comunicadores do Brasil

Entender Condomínio

0 comentários:

Postar um comentário