5 dicas de sustentabilidade no condomínio

A necessidade de aderir a novas práticas sustentáveis já é uma realidade no mundo inteiro. Como não podia ser diferente, nos condomínios, o assunto é recorrente e a busca por ideias para aplicar aumenta a cada dia

Tendo em vista esta demanda, resolvemos trazer algumas dicas de sustentabilidade para usar no seu condomínio. Lembre-se de discuti-las nas reuniões de moradores e assembleias.

Coleta seletiva e reciclagem
O primeiro passo da reciclagem é a coleta seletiva feita pelos moradores com organização e supervisão do síndico.

Mas para isso, o condomínio pode realizar palestras educativas para ensinar os passos importantes como a separação de cada tipo de material, a lavagem das embalagens e o depósito do lixo nos recipientes corretos.

Coletores de lixo reciclável devem ser providenciados pelo condomínio para receber todo o material. Após este processo, chega a hora de fazer a reciclagem.

A reutilização dos recursos para a concepção de novos objetos traz benefícios econômicos e sustentáveis e contribui com o meio ambiente.

O ideal é firmar parceria com uma empresa especializada em reciclagem para fazer o recolhimento e o processo de tratamento do lixo. Mas, se não for possível, a própria prefeitura pode recolher.

Reaproveitar os descartáveis se tornou uma prática cada vez mais comum, impactando positivamente e beneficiando o planeta.

Se você ainda não pratica em seu condomínio, não perca tempo e comece agora.

Descarte do óleo de cozinha
O óleo é um material problemático para o meio ambiente. Quando despejado nos rios, apenas 1 litro da substância é capaz de contaminar até 1 milhão de litros de água. Um prejuízo incalculável para a vida no planeta.

A situação fica ainda pior quando o descarte indevido é feito nos condomínios. Isso porque, além de contribuir com a poluição, pode causar entupimentos e degradação da tubulação do prédio.

Mas o combate ao descarte incorreto de óleo pode ser feito de maneira simples. Antes de mais nada, instrua e reforce aos moradores a necessidade de fazer o descarte consciente.

Para isso, você pode realizar reuniões e palestras educativas. Outra opção viável é elaborar materiais educativos e distribuir aos condôminos para reafirmar a importância do assunto.

Feito isso, instrua os moradores a armazenar o óleo frio em garrafas pet e designe um local para guardar o material no condomínio.

Depois disso, é só procurar empresas especializadas que fazem o tratamento e a reciclagem para transformá-lo em tintas, verniz e até mesmo ração para animais.

A iniciativa ajuda o meio ambiente, combate os prejuízos nas instalações do condomínio e ainda mostra aos moradores e à comunidade a preocupação com o planeta.

Utilize ecobags
As ecobags tornaram-se populares após a implementação da lei em São Paulo que impede os estabelecimentos de disponibilizarem sacolas plásticas gratuitamente.

Tendo em vista a necessidade de carregar um alto volume de produtos, principalmente na saída de supermercados, as ecobags apareceram como solução prática e sustentável.

Elas são feitas com materiais que respeitam o meio ambiente, como algodão, por exemplo, e permitem a reutilização para o consumo em diversas situações. Podem ser lavadas para manter a higiene e a comodidade no reuso.

Outra vantagem importante das ecobags é que elas são capazes de suportar mais peso do que as sacolas plásticas comuns.

O uso de uma sacola ecológica substitui até 8 convencionais e dura em média 5 anos.

Diminuir o uso da sacola plástica além de ajudar o meio ambiente, gera economia.

Lâmpadas de LED
A instalação de lâmpadas de LED traz economia ao condomínio de até 75%. É uma prática sustentável que tem sido adotada por todo o mundo.

Além de poupar o consumo energético e reduzir os custos, elas ajudam na melhoria do ambiente, já que não esquentam e deixam o lugar agradável.

Outro ponto positivo é a vida útil destes modelos que diminuem a necessidade de manutenção. Portanto, se você ainda não adotou esta prática, comece agora.

E se quiser mais dicas de economia de energia em seu condomínio, leia o artigo com 11 dicas para economizar energia.

Limpeza ecológica
A limpeza é uma prática importante pois se trata de saúde e bem-estar para o convívio. Existem práticas que podem ajudar nesta tarefa e têm impacto positivo para o meio ambiente.

É o caso da substituição de produtos de limpeza industrializados pelos naturais. As opções mais tradicionais tendem a conter elementos tóxicos e químicos em sua composição que, ao longo dos anos, degradam a saúde e a natureza.

Isso porque eles misturam compostos químicos não biodegradáveis que, quando descartados nas tubulações e encanamentos, vão parar nos rios. Eles contaminam a água, interferem na vida de várias espécies, e dificultam o tratamento.

Tudo isso pode ser evitado. Em muitos casos, a solução pode estar dentro de casa mesmo sem o seu conhecimento.

Listamos alguns ingredientes básicos que ajudam na limpeza e não agridem o meio ambiente:
Vinagre branco;
Bicarbonato de sódio;
Detergente neutro;
Sabão glicerinado em barra;
Óleo de eucalipto.

Muitas receitas podem ser feitas a partir destes produtos que te ajudarão a diminuir o consumo das substâncias industrializadas. Utilize-os em conjunto com essências naturais para perfumar o ambiente e passe a ter uma rotina de limpeza mais ecológica e sustentável.
Google Plus

Por Paulo Melo

Entender Condomínio

0 comentários:

Postar um comentário